English
| As Grutas de São Vicente
 

 


As Grutas de São Vicente - Galeria

As Grutas de São Vicente - Galeria

As Grutas de São Vicente - Galeria

As Grutas de São Vicente - Galeria

As Grutas de São Vicente - Galeria

As grutas proporcionam uma visita muito bem organizada, com uma duração de cerca de 30 minutos, devidamente conduzida por guias especializadas. A visita suplementa a monotonia repetitiva de uma pouco diversificada oferta visual, com a criação de um percurso misterioso, adequadamente iluminado, referenciando-o com música bem escolhida e uma certa iluminação com arquitecturas mágicas e, principalmente, com o imaginário telúrico do Centro da Terra.

Por outro lado, a existência de pequenos lagos de água transparente e de algumas câmaras mais vastas muito bem integradas no circuito expositivo proporcionam imagens muito belas e permitem associar sempre às grutas, à força e ao mistério da Natureza e, neste caso, à convulsão vulcânica que deu origem à Ilha da Madeira.

As grutas de São Vicente formaram-se a partir de uma erupção vulcânica há 890 mil anos atrás, no Paul da Serra, que veio descendo até o mar, a parte exterior ficou exposta a temperaturas mais baixas que solidificou rapidamente, enquanto que por dentro a lava continuava a correr com muitos gases, formando assim uma série de tubos de lava, que constituem as grutas de São Vicente, onde é possível caminhar sobre eles. Este conjunto de oito "túneis vulcânicos" apresenta um desenvolvimento total de mai s de 1000 metros de comprimento, cuja altura máxima varia ente 5 a 6 metros, e é o maior que se conhece, até agora, na Ilha da Madeira.

As marcas deixadas pela actividade vulcânica do último período eruptivo extinta há milénios, onde a lava em fusão atingia a temperatura de 1200ºC, podem ser constatadas ao longo de aproximadamente 700 metros de percurso subterrâneo que resultou da escavação, para dar acesso aos vários tubos ou canais naturais que constituem os 1000 metros. Esta escavação ocasionou um desnível máximo de cerca de 19 metros em relação à entrada.

Divulgadas pela primeira vez em 1885, pela população local, cuja curiosidade foi despertada através da sua abertura. Maravilhados com o que encontraram, rapidamente espalharam a sua descoberta e mereceram um estudo pelo inglês James Yates Jonhson e a elaboração de um projecto integrado para o seu aproveitamento.

Inauguradas a 1 de Outubro de 1996, são as primeiras grutas de génese vulcânica abertas ao público em Portugal.

Visita às Grutas de São Vicente - Uma Viagem ao Interior da Terra

Constituídas por três galerias, sendo a maior a galeria denominada de Lago dos Desejos, os visitantes desfrutam de um espectáculo deslumbrante numa viagem ao interior da Terra, onde podem observar-se as estalactites vulcânicas, as escorrências de lava denominadas por pingos de lava, as acumulações de lava ou “bolo de lava” (representa o fim de uma corrente de lava lenta) e o “bloco errante", uma rocha que é transportada pela lava, mas que devido às suas dimensões e a temperatura relativamente baixa ficou preso no interior de um dos tubos lávicos. Nesta vista é ainda possível ver alguns dos muitos aspectos que a lava pode ter uma vez derramada à superfície, como seja a lava encordoada e lava escoriácea. No decorrer do percurso, as plantas dão o ar da sua graça, sobretudo os fetos, que não tiveram qualquer intervenção humana, mas quer o ar, quer a água e mesmo os próprios visitantes são os possíveis transportadores dessas “sementes” que, uma vez na presença de luz, desencadeiam o processo de fotossíntese, processo este fundamental para o desenvolvimento das plantas. A água que nos acompanha ao longo de toda a visita é proveniente de nascentes. A sua temperatura varia entre os 12 e 13ºC e pode ser consumida. A temperatura ambiente ao longo do percurso é constante e ronda os 16 a 17ºC.

As Grutas constituem assim, um elemento que torna única a sua visita a este Concelho. Visitar as grutas de São Vicente é fazer uma autêntica viagem ao interior da terra e tomar conhecimento da sua dinâmica e beleza.

Na ligação entre as Grutas e o Centro de Vulcanismo, os visitantes podem deslumbrar-se com o espectacular espelho de água que está sobre o Centro de Vulcanismo, seguindo-se um corredor que nos leva ao interior do mesmo.

 

 

 

 

© 2017 grutasecentrodovulcanismo.com - Todos os direitos reservados.



 

Brent Celek Jersey Alejandro Villanueva Jersey Arik Armstead Jersey Bobby Wagner Jersey Adam Humphries Jersey Brian Orakpo Jersey Bashaud Breeland Jersey